sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Fortaleza em Férias: Programação Completa


Fortaleza será invadida por muitos ritmos e por uma programação cultural de altíssima qualidade. Venha e participe!




Anfiteatro da Beira Mar
Sábado, 28.01 – 18h Márcio Resende (Sax)
Sábado, 28.01 – 20h Carlinhos Perdigão
Domingo, 29.01 - 18h Joana Joaninha
Domingo, 29.01 – 19h DJ Leo Teruz
Domingo, 29.01 – 20h Banda Mobília
Quinta, 02.02 – 18h Aula de Dança com Chocolate
Quinta, 02.02 - 20h Joana Angélica Cantando Coisas de Cá
Sexta, 03.02 18h - Projeto Timbrau
Sexta, 03.02 - 20h Paulo Façanha (Voz e violão)
Sábado, 04.02 - 18h Lú de Sousa Mix Jazz e Blues
Sábado, 04.02 Sábado 20h DJ Diego Grecchi
Domingo, 05.02 - 18h Banda Alices (sucessos dos anos 80 e 90)
Domingo, 05.02 20h Thais Gulin
Quinta, 09.02 - 18h Aula de Dança com Chocolate
Quinta,, 09.02 - 20h Banda Mobília
Sexta, 10.02 - 18h Banda Verona
Sexta, 10.02 - 20h Waldonys
Sábado, 11.02 - 18h Robston Medeiros (Voz e violão)
Sábado, 11.02 - 20h Selvagens a Procura da Lei
Domingo, 12.02 – 18h Marcos Façanha
Domingo, 12.02 - 20h Banda Arsenic

Jardim Japonês
Sábado, 28.01 - 18h Teatro de Bonecos, Pintura Facial e Balões
Sábado, 28.01 - 20h Joana Angélica Cantando Coisas de Cá
Domingo, 29.01 - 18h Teatro de Bonecos, Pintura Facial e Balões
Domingo, 29.01 - 20h Márcio Resende (Sax)
Segunda, 30.01 - 18h Teatro de Bonecos, Pintura Facial e Balões
Segunda, 30.01 - 20h Trio Sax e Flauta
Terça, 31.01 - 18h Teatro de Bonecos, Pintura Facial e Balões
Terça, 31.01 - 20h Os Três Porquinhos
Quarta, 01.02 - 18h Teatro de Bonecos, Pintura Facial e Balões
Quarta, 01.02 - 20h Poetas Cordelistas e Literatura de Cordel
Quinta, 02.02 - 18h Teatro de Bonecos, Pintura Facial e Balões
Quinta, 02.02 - 20h A Gata Borralheira Nordestina, O Sapo e Mosca, A Galinha dos Ovos de Rapadura com o Grupo Zip Zap
Sexta, 03.02 - 18h Teatro de Bonecos, Pintura Facial e Balões
Sexta, 03.02 20h A Árvore Generosa, A Canção de Rosa Amélinha com o Grupo Zip Zap
Sábado, 04.02 - 18h Teatro de Bonecos, Pintura Facial e Balões
Sábado, 04.02 - 20h Contação de História com Música ao Vivo
Domingo, 05.02 - 18h Teatro de Bonecos, Pintura Facial e Balões
Domingo, 05.02 - 20h O Casal Encantado, A Lagartinha Verde e O Menino Suginho Grupo Zip Zap
Quinta, 09.02 - 18h Teatro de Bonecos, Pintura Facial e Balões
Quinta, 09.02 - 20h Joana Angélica Cantando Coisas de Cá
Sexta, 10.02 - 18h Teatro de Bonecos, Pintura Facial e Balões
Sexta, 10.02 - 20h Peça O Trem Partiu
Sábado, 11.02 - 18h Teatro de Bonecos, Pintura Facial e Balões
Sábado, 11.02 - 20h Trio Saxes e Flauta
Domingo, 12.02 - 18h Teatro de Bonecos, Pintura Facial e Balões
Domingo, 12.02 - 20h Poetas Cordelistas e Literatura de Cordel

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

SOPA de Piratas

Enquanto saia de um terceiro turno do trabalho, passei na casa de um Publicitário/Advogado amigo meu e compartilhava sobre as muitas séries de TV que tenho acompanhado e ele me perguntou onde eu conseguia e falei da Internet para ele, cheio de ironia e sarcasmo.

Ele me informou que o seu questionamento era devido à S.O.P.A. - uma lei bizarra que proíbe o uso da internet em prol da pirataria.

O meu estranhamento é que esta lei viola as premissas cruciais da internet - que é o livre acesso ao conteúdo.
Fugindo das polêmicas já levantadas, me pergunto se a tal lei não fortaleceria o comercio de produtos pirateados que antes já comandaram um mercado milionário, aqui no Brasil?

Se por um lado o direito de alguns artistas é assegurado, o conceito estabelecido estabelecido pela rede para a música acaba se deturpando.

O artista moderno comercializa suas músicas em MP3 e tem MySpace. A S.O.P.A. aprisiona, é retrógrada. Vamos organizar a Rede? Sim, mas não alterando um comportamento estabelecido há décadas.Ações assim geram discussões, pancadarias e pandemônios.


terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Mito da Caverna

Platão. Isso mesmo, vamos filosofar.
Enquanto lia a respeito de importantes acontecimentos artísticos brasileiros e de como eles foram vetados pelo poder/preconceito/política/tolice da nossa sociedade.


Um desses movimentos foi o Circo Voador, que começou a animar os cariocas na década 80, na Praia do Arpoador. Me deu vontade de ser mais velho e ter visto Cazuza apresentando ao Brasil grandes nomes da MPB como Kid Abelha e Barão Vermelho. Queria ter lutado com eles para impedir que o rapa levasse a lona do Circo Voador, acabando com a festa de tanta gente; lutado também contra o prefeito da época que expulsou os artistas dos Arcos da Lapa.

Os jovens aqui em questão eram "futuristas". Tão futuristas quanto os que participaram da Semana de Arte Moderna de São Paulo, em 22. Da mesma forma, foram criticados e censurados por parte da sociedade e imprensa.

Platão falava que a novidade espanta, gera desconforto. Em sua alegoria (que se mantém contemporânea), ele mostrava que o medo do homem são as sombras - muitas vezes do próprio passado. Tudo o que é diferente, tudo o foge da regra é motivo para uma reunião social e um assassinato. O homem continua o mesmo. Foi assim com Martinho Lutero, com Noé e até mesmo com Harry Potter.

A questão é lutar pelo que se acredita, mesmo que isso não mate Voldemort ou revolucione as Artes Plásticas ou a Música Brasileira. Seja autêntico.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Roteirista de cinema

Oi todo mundo!

Fui conferir a Oficina [básica] de Roteiros para Cinema, realizada pela Extensão Cinema, lá na Cecomil da Dom Luis, aqui em Fortaleza.
Ganhei uma bolsa do curso pelo Twitter (Massa, né?).
Já havia feito uma oficina assim com alguém da Vila das Artes, nos meus tempos de faculdade.
Para minha surpresa, o facilitador Diego Benevides se saiu muito bem. O requisito básico - amar cinema - ele preencheu com louvor.
Naquela noite - ontem - pude refletir sobre a escrita, sobre ser um produtor de textos, ou melhor, de projetos. Sobre como isso é o pontapé para qualquer empreendimento, mas também como esta ideia inicial pode sofrer alterações durante o processo de realização.
O roteiro é o espermatozóide desta criança chamada filme, mas o esporte que ela praticará ou quais as bandas que ela vai curtir, somente o desenrolar da história irá definir.

Deixo pra vocês um curta exibido na aula ontem. Segundo o DB, é premiadíssimo.

Os Sapatos de Aristeu:

video

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Sustentabilizando

Olá, amigos!

Como sabem, estou participando da produção de um projeto de sustentabilidade aqui no meu Estado. Na ultima sexta-feira 13 foi a vez do evento na minha cidade - a capital, Fortaleza.

Depois de quase ter um enfarto pensando na logística do mesmo, recebo uma ligação: um "convite" para estar às 6h da manhã na praça do Ferreira - um verdadeiro presente de Natal.

Após uma noite inteira em claro, com pensamentos negativos a respeito do que o tal homem do microfone me perguntaria, e de como ele me bateria quando eu gaguejasse, cheguei a tal praça.

Para minha surpresa tudo deu certo. O evento foi ótimo e a entrevista, bem... Pode ver você mesmo:

http://g1.globo.com/videos/ceara/bom-dia-ce/t/edicoes/v/praca-do-ferreira-recebe-atividades-gratuitas-de-preservacao-ao-meio-ambiente/1766729/

Super abraço!

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Medite

"Oh, you hate your job? Why didn't you say so? There's a support group for that. It's called EVERYBODY, and they meet at the bar".
Drew Carey

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Adele, a Diva.


Apesar de nosso blog não se limitar a falar de músicas, Adele merece destaque. Aliás, talvez nosso blog seja o único lugar do planeta que ela ainda não foi reconhecida como Diva.
O título que carrega não foi entregue apenas por um prêmio (por sinal são muitos os que ela possui inclusive o Grammy Awards), mas pela maré de fãs que ela possui.

Adele não nasceu ontem. Apesar de ter apenas 22 anos, Adele já tem 3 CD's e uma carreira sólida internacional. A cantora e compositora britânica já é um dos mais importantes nomes do Soul contemporâneo.

Depois do álbum 21, a cantora se destacou nas paradas de sucesso do mundo inteiro com o hit "Rolling in the deep". Conheça a Adele: 


Greve em Fortaleza

"Uma mentira contada cem vezes torna-se verdade".

A cidade de Fortaleza se deparou com um dos quadros mais lastimáveis da anarquia e do medo dos últimos 20 anos. Faltando poucos dias para o Réveillon da cidade - o segundo maior do país - os policiais militares entraram de greve, solicitando salário digno e respeito às suas necessidades.

Na noite de ano novo a cidade estava ocupada por batalhões da Guarda Nacional que ameaçavam tomar as viaturas da polícia local para garantir a segurança. Os policiais locais, por sua vez, interferiram no trânsito, parando ônibus, furando seus pneus e interditando terminais rodoviários.

A população sobrevivia a estes atentados um pouco impaciente. O Governo se recusava em atender às solicitações e o impasse continuou.
Após alguns poucos assaltos no segundo dia do ano, começou a se espalhar um boato de arrastão na cidade.

No dia de ontem, a redes sociais anunciavam o caos. 9,5 em cada 10 postagens originadas de Fortaleza relatavam o pânico das pessoas. Vídeos de lojas fechando, anúncio de onde os arrastões estariam indo levou a cidade para um toque de recolher inusitado.
Às 18h, horário de rush na cidade, as ruas estavam vazias. Não apenas sem trânsito, mas vazias mesmo. Grandes avenidas e shoppings desertos.

Um boato interessante é que os policias estavam encabeçando o tal grupo de arrastões.
Que grupo? Não houve um só relato de alguém que realmente tenha visto a tal ação dos bandidos. Ninguém filmou ou fez fotos. Não havia fatos para justificar o terror que sobreveio sobre a cidade. Só boatos.

No fim do dia, em uma reunião na casa do Governador foi vencida a greve. O Governador cedeu e hoje os policiais voltaram ao trabalho. Juntamente com o restante da cidade.
A questão é: O que de fato aconteceu?


Se a publicidade se apoderasse de estratégias assim - para o bem, é claro - poderia fazer qualquer produto conseguir mercado. Usando as redes sociais e pessoas chaves, alguns conceitos podem ser rapidamente divulgados e aderidos por cidades inteiras.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Soneto de Fidelidade - Vinícius de Moraes

De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento. 

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa (me) dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.